Feeds:
Posts
Comments

Archive for May, 2010

Origens do Tui-Ná

 O Tui-Ná é conhecido como a antiga arte chinesa de massagear e sua história se confunde com a história da Medicina Tradicional Chinesa. A MTC tem uma historia antiqüíssima que remonta a mais de cinco mil (5.000) anos.

Há milhares de anos atrás, no extremo oriente, mais especificamente na China, nossos antepassados organizaram uma medicina “primitiva”. Esta medicina foi baseada nas vivências empíricas passadas pelos homens através de milênios, combatendo pela sobrevivência, em meio ao seio da natureza. (BERNARDO, 2006b)

A MTC é composta de diversas formas de tratamento que incluem fitoterapia chinesa (uso de ervas e elementos químicos), acupuntura (inserção de agulhas em pontos chaves do corpo), moxabustão (aquecimentos dos acupontos com artemísia pegando fogo), ventosaterapia (sucção da pele e músculos) aurículoterapia (inserção de agulhas ou sementes no pavilhão auricular), dietoterapia (alimentação específica de acordo com os padrões de desarmonia da cada pessoa), exercícios físicos e meditações, tais como o Tai Chi Chuan, Qi Kung, entre outras formas de terapêutica. (BERNARDO, 2006b; MAIKE, 1995) O Tui-Ná também é uma forma terapêutica, bastante utilizada na China.

Os antigos sinólogos não conseguiram ainda datar a origem da MTC, entretanto têm-se registros de mais de cinco mil (5.000) anos.

Um dos manuscritos mais antigos é o Huiandgi Nei-Ching, traduzido por “Princípios de Medicina Interna do Imperador Amarelo”, entre outras traduções. (WANG, 2001) O Nei-Ching é o resumo das experiências médicas e dos conhecimentos adquiridos por médicos chineses, ao longo da antiguidade. Sua importância é cabal para o estudo da MTC, pois contêm toda a ciência do diagnóstico e tratamento desta forma de medicina tão antiga. (BERNARDO, 2006b)

Neste livro trata-se de diversos conceitos importantes para o Tui-Ná. Entre estes conceitos encontram-se o Yin-Yang, o Wu Xing (Cinco Movimentos), o Qi (energia), o Xue (sangue), os Jing Luo (Canais e Colaterais), e muito mais. (WANG, 2001).

Outros livros surgiram após o Nei-Ching também contribuíram para o desenvolvimento do Tui-Ná, entre eles encontram-se o Nan-Ching (Clássico das Dificuldades.

Existem diversos outros livros, sendo que os mais importantes são:

O Zhenjiu Jiayi-Jing (O Clássico de Acupuntura e Moxabustão) datado em 265 d.C. baseado no Nei-Ching e copilados por Huangfu Mi da Dinastia Jin. (MAIKE, 1995).

O Tongren Shuxue Zhenjiu Tujing (Manual Ilustrado de Pontos de Acupuntura e Moxabustão apresentando as Figuras de Bronze), copilado por Wang Weiyi, na Dinastia Song, no ano de 1026 d.C. (MAIKE, 1995).

O Zhenjiu Dachen (Compêndio de Acupuntura e Moxabustão), datado em 1601 d.C., escrito por Yang Jizhou, acupuntor que viveu na dinastia Ming. (MAIKE, 1995).

“Centenas de outros livros foram publicados depois do surgimento do Nei-Ching. Alguns foram citados e muitos foram negligenciados, por não ser este o principal objetivo do presente trabalho. Os livros citados acima foram escolhidos diante da importância histórica que apresentam.” (BERNARDO, 2006, p. 81)

Tratando mais especificamente do Tui-Ná verificou-se que os primeiros registros escritos datam de 2.700 anos A.C. Estes registros contam as experiências primitivas com a massagem.

Durante a dinastia Shang, que ocorreu entre os séculos XVI e XI A.C., os terapeutas ficaram conhecidos como médicos mágicos, pois tratavam de forma misteriosa as doenças das pessoas, eram médicos que adquiriram suas habilidades através do estudo empírico. Nesta época ouve um grande desenvolvimento no estudo e prática do Tui-Ná.

Durante a dinastia Tang, 618 D.C. a 907 D.C., aconteceu uma grande evolução na prática da massagem, alcançando um nível elevado de desenvolvimento. Nesta época surgiram as primeiras escolas de massagem.

Duas vertentes principais foram criadas, que são: a Escola do Sul da China e a Escola do Norte da China.

A Escola de massagem do Norte possui uma técnica vigorosa, pois é uma região muito fria, sendo que o vigor aplicado é necessário para a tonificação.

A Escola de massagem do Sul da China possui uma técnica suave e delicada, pois é uma região quente, sendo a delicadeza usada para dispersar o calor.

Com o passar do tempo o Tui-Ná ficou esquecido, tendo na dinastia Ming, entre 1.368 à 1.644 d.C., a segunda época de seu florescimento.

Na dinastia Qing, 1.644 até 1.911 D.C., ouve uma grande avanço na experiência clínica e nos conhecimentos teóricos. Nesta época ocorreu um avanço no tratamento de crianças com massagem.

E hoje, na Republica Popular da China, de 1.949 até o presente, existem diversos estudos sendo realizados, máquinas sendo construídas, estudos específicos de biomecânica cinética sendo realizados, com aparelhos que medem pressão, força, intensidade, freqüência, entre outras nuances do toque, das manipulações que são realizadas, sendo que estas freqüências são tridimensionais, ou seja, observam os aspectos verticais, longitudinais e horizontais.

 Texto produzido por Maykon Bernardo, sendo um recorte de: BERNARDO, Maykon Q. Tui-Ná Enquanto Tratamento de Stress- Um estudo de Caso. Criciúma, 2007, 87 p.

fonte: http://www.centroflordelotus.com.br

Read Full Post »